sábado, 2 de julho de 2016

Opinião: "A Herdeira" de Kiera Cass


"A Princesa Eadlyn cresceu a ouvir histórias intermináveis de como a sua mãe e o seu pai se conheceram. Vinte anos antes, America Singer entrou na Seleção e conquistou o coração do Príncipe Maxon - e viveram felizes para sempre. Eadlyn sempre achou romântica esta história de encantar, mas não tem qualquer interesse em tentar repeti-la. Por si, adiaria o casamento tanto tempo quanto possível.

Mas a vida de uma princesa não é inteiramente sua e Eadlyn não pode escapar à sua própria Seleção -por mais fervorosamente que proteste. Eadlyn não espera que a sua história acabe em romance. Mas com o início da competição, um candidato poderá acabar por conquistar o coração da princesa, mostrando-lhe todas as possibilidades que se encontram à sua frente... e provando-lhe que viver feliz para sempre não é tão impossível como ela sempre pensou."


Eu comecei este livro ontem de manhã e terminei-o esta madrugada, o que por si só já é um bom indicador. Mas a verdade é que este livro me surpreendeu pela positiva e tive bastante prazer em lê-lo.

Talvez por ter lido reviews com não tão boas opiniões, as minhas expectativas para este livro fossem baixas, no entanto, baixas ou altas, "A Herdeira" superou-as.

Ao início, estava com receio de que o livro fosse um pouco repetitivo, mas rapidamente deixei essa ideia de lado. A Seleção com rapazes é bastante engraçada, talvez ainda mais do que com as raparigas, uma vez que não existe tanta rivalidade entre eles (provando mais uma vez que sempre é verdade aquilo que se diz acerca de que as mulheres são piores que os homens).

Todos os rapazes que chegam ao final são fantásticos, e, é claro, que já tenho os meus favoritos e as minhas dúvidas. 

O único ponto negativo, na minha opinião, é a atitude de Eadlyn. A princesa é egoísta, rude e não parece preocupar-se com os sentimentos dos Selecionados. Mais para o final, a sua atitude egoísta começa a suavizar-se, mas, mesmo assim, não fiquei grande fã dela.

Também gostei bastante do facto de a autora ter mantido as personagens mais carismáticas dos livros anteriores, e adorei ver como se desenvolveu a relação da America e do Maxon!

O livro termina com dois cliffhangers relativos a duas personagens dierentes, o que me deixa bastante na expectativa e ansiosa para ler o quinto e último livro, "The Crown"!

Classificação: 5/5

1 comentário: