sábado, 17 de setembro de 2016

Opinião: "A Cidade de Vidro" de Cassandra Clare

Wook.pt - A Cidade de Vidro

"Para salvar a vida da mãe, Clary tem de ir à Cidade de Vidro, o lar ancestral dos Caçadores de Sombras - não a incomoda que a entrada nesta cidade sem autorização seja contra a Lei e que violá-la possa significar a morte. Piorando mais a situação, ela vem a saber que Jace não a quer lá e que Simon foi encarcerado na prisão pelos Caçadores de Sombras que suspeitam de um vampiro que tolera a luz do Sol. Ao tentar descobrir mais pormenores sobre o passado da sua família, Clary encontra um aliado no misterioso Sebastian. Com Valentine a reunir toda a força do seu poder para destruir de uma vez por todas os Caçadores de Sombras, a única possibilidade de estes o derrotarem é combater ao lado dos seus eternos inimigos. Mas podem os Habitantes do Mundo-à-Parte e os Caçadores de Sombras pôr de lado o seu ódio mútuo e aliarem-se? Embora Jace compreenda que está pronto a arriscar tudo por Clary, poderá ela utilizar os seus poderes recentes para ajudar a socorrer a Cidade de Vidro - custe o que custar?"


Olá! Primeiro que tudo, tenho de me desculpar por esta ausência enorme, mas, como devem imaginar, estar um mês na Alemanha não é muito produtivo, quer em termos de leitura (não digam a ninguém, mas num mês só li dois livros), quer em termos de pôr as opiniões do blog em dia.

Mas agora vamos ao que interessa! Já depois de vir da Alemanha comecei este livro com um misto de sentimentos: se por um lado o primeiro livro da série fascinou-me, o segundo foi uma grande desilusão, pelo que fui para este livro sem saber muito bem o que pensar. Muita gente disse-me que este livro era fantástico e que a partir daqui a série só melhora, mas a verdade é que, pelo menos comigo, não foi isso que aconteceu.

Não há dúvida que este livro é muito melhor que o segundo, mas não chega nem aos calcanhares do primeiro. O enredo em si está bem construído e eu gosto bastante do estilo de escrita da Cassandra, mas a certa altura sinto que a história é apenas mais do mesmo e que, mesmo dentro do género do fantástico, se torna demasiado fantástica/irrealista.

Depois de ter terminado este, comecei logo a ler o quarto livro (A Cidade dos Anjos Caídos), mas até agora não está a ser nada de especial. Pelo que eu percebi, esta série era para ser uma trilogia, ou seja, deveria ter terminado por aqui, e neste momento indago se não seria melhor isso ter acontecido...

Classificação: 4/5

Sem comentários:

Enviar um comentário